quarta-feira, 27 de março de 2013

Dominação psicológica - uma utopia ?


Fala-se em dominação psicológica , mas e quanto a submissão psicológica , o que se pode dizer dela ?
     
Não se pode ter o controle dos pensamentos e atos de outra pessoa , mas é possível , dentro de algumas situações,  condicionar ou induzir o outro a agir da forma desejada .
No entanto , para que isso aconteça , é preciso que a pessoa deseje e acredite naquilo que lhe está sendo passado . 
É no poder de convencimento e no desejo , ainda que inconsciente , de ser convencido , que se dá a dominação psicológica . 
Há quem prefira chamar a esse poder de convencimento de manipulação , mas essa , teoricamente , se daria de forma mais grosseira ou perceptível . 

Em toda D/s há um pouco de DP  ou de manipulação , seja em maior ou menor grau , mas há .
Para que haja uma entrega intensa e profunda  é preciso que haja uma dominação igualmente intensa e profunda . 
A DP , por ser algo construído de forma lenta e contínua , foge do imediatismo de certas relações , e se torna extremamente prazerosa . 

Embora sejamos cheios de defeitos , buscamos em nossos parceiros algo que esteja mais próximo da perfeição , pois , não faria sentido entregar seu melhor a quem lhe não devolve o mesmo . 
É uma questão de guardar para si aquilo que o outro não aprecia e receber o mesmo dele . Seria como cobrir  espinhos com flores , eles continuam lá , mas estariam  suavizados ,teoricamente  . 

   
Posto dessa forma , faz parecer que a DP é algo baseado em inverdades .
Mas querer ser dominado psicologicamente não é querer ser enganado , não querer viver de ilusão ou mentiras , mas sim , querer viver a entrega da forma mais profunda e verdadeira que for possível . 
Viver uma D/s é querer entregar o melhor de si ao parceiro e , para isso , é preciso acreditar que ele merece esse melhor . 
No entanto , cada um tem o seu caráter , índole , convicções... cada um tem seu modo de ver a vida , de ver  o próximo , tem seu modo de dominar e seus objetivos . e cada um tem seu modo de se submeter .

A base da DP de cada um depende desses fatores , cada um trabalha com aquilo que possui . De certo é que algo pautado em mentiras , acaba sendo também um mentira e ela sempre aparece . 
Mas há , sim , uma certa ilusão ou romantismo na submissão , independente do nível de DP aplicado , não haveria entrega incondicional sem um algo mais .
Senão por amor , então , há de ter algo que motive , estimule , algo que impulsione o/a sub para uma constante superação .  

Quem se entregaria para ser usado , abusado e ser simplesmente descartado , quando não houvesse mais o interesse em mantê-lo ?  Mesmo sabendo que relacionamentos terminam e que podem terminar dessa forma , dificilmente se aceitaria uma proposta dessa . Mas quando é colocado que vai ser usado  , abusado e cuidado , imagina-se que ao término não ficará a ideia de ter sido jogado fora pelo parceiro , assim a proposta se torna aceitável . 
Esse é um exemplo grosseiro , bem simples , mas, são nos pequenos detalhes que se fazem  as grandes diferenças . 

Há os que preferem submeter-se por amor e há os que preferem fazer através da dominação psicológica .  Ela é o estímulo a mais que move o/a sub , que o faz ir sempre além dos próprios limites . 


Por mais que se romantize , a  submissão tem caminhos difíceis de serem trilhados , são caminhos feitos de espinhos e , ainda que haja relacionamentos mais difíceis que outros , submeter-se não é fácil para ninguém . 
A realidade de uma D/s é dura , então , é preciso que também haja flores nessa caminhada , e que elas não existam apenas durante as sessões , afinal , não se vive apenas de renúncias . 

A DP  pode ser a flor ou pode ser o espinho nessa jornada , geralmente , ela é as duas coisas . 
Ela não difere muito do amor ...mas um amor construído passo a passo , trabalhado em cada detalhe , moldado em sua essência ...consentido por ambos .
Tanto o amor quanto a DP pode fragilizar , debilitar , pode criar uma falsa noção de realidade e fazer estragos . 
Pessoas apaixonadas se transformam , fazem coisas que não fariam normalmente , cometem loucuras por amor .
A diferença da DP é que um dos parceiros está no controle da situação , para impedir que loucuras sejam cometidas , ou ao menos deveria estar .
Mas esse controle pode ser tanto para o bem ou para o mal , tudo depende do bom senso de quem o tem nas mãos . 

Esse é um jogo que envolve sérios riscos e não é para todos . Ter essa consciência é importante , mas não é suficiente para evitar que se saia machucado desse jogo .  
Ter alguma experiência com a prática pode ajudar ou pode até atrapalhar , pois daria uma  sensação de autoconfiança , e assim , acabar expondo ou se expondo a um risco ainda maior .  

Ninguém quer os defeitos do outro , o dominante não quer os limites do submisso , não quer suas fraquezas , ele quer apenas o que venha a acrescentar aos seus objetivos , e  com o sub não é diferente , ele também quer o melhor do Dom .
Os problemas começam quando esse melhor está distante de quem a pessoa é realmente e ,  quando isso vem à tona , aquilo que foi construído se torna uma mentira e um problema . 
Problemas ainda maiores acontecem quando a intenção é de prejudicar , quando não se está preparado pra exercer ou receber a DP  , quando não se sabe dosá-la ou não se mede as consequências dos atos , deixando de fora o bom senso .
Talvez a utopia não esteja exatamente na DP , mas , na D/s em si .   

luara

7 comentários:

  1. Oi querida!

    Eu como sempre viajo nas tuas reflexões pois vejo muito de mim nelas rsrs.

    Bom, eu sempre fui fascinada por dominação psicológica, sempre achei muito simples o Dom dizer "eu te amo" e a sub se entregar. Eu me neguei muito ao amor em si no BDSM, hoje vejo que meu Dono fez um excelente trabalho de dominação psicológica comigo, levando-me a agir exatamente como ele gostaria, e o amor foi introduzido DEPOIS, sim, hoje sentimos amor um pelo outro, mas isso não tem nada a ver com a minha entrega, a minha entrega é para Ele como Dominador, o meu amor é um complemento, faz a nossa relação ser melhor e mais cúmplice, digamos assim rsrs. O que eu não concordo é com dominação emocional, aquela que fragiliza e destrói a submissa deixando-a totalmente dependente emocionalmente de seu Dono. Eu e meu Dono conversamos MUITO sobre isso, a linha é muito tênue, porque por mais que o Dominador seja consciente, a dependência emocional é algo que ocorre sim. Eu admito, sou EXTREMAMENTE carente e dependente do meu Dono, mas não sou masoquista emocional, se vejo que estou entrando num surto desses, eu não fico cultivando isso, converso e explico minha car~Encia para o meu Dono na hora que sempre tenta resolve-la da melhor maneira possível. Mas, Ele é humano, também erra e admite, então por mais controle que Ele tenha de mim e da relação as vezes vira uma gangorra emocional.

    A D/s perfeita é utopia? Sim, do modo como encaramos a perfeição é impossível sim. Mas é possível vive-la plenamente mesmo com tudo isso? Também sim, pois nos adaptamos em busca de um objetivo em comum, o de viver a D/s o mais intensamente possível.

    Nossa, acho que me alonguei e me desviei do tópico principal do seu post rsrs, mas como sempre você me leva a refletir comigo mesma, inclusive tenho um post sobre D/s no rascunho que pretendo (se o Sr TEMPO) me permitir, concluir e postar em breve.

    Miaubeijos com muito carinho =^.^=

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. {princess kitty}龍戦士...Saudades das nossas divagações sobre esse grande universo do servir .
    Demorei tanto para responder ao comment que já cabem ajustes no texto ...
    Mas a ideia é bem essa , colocar minha visão de ontem , de hoje e ajustar sempre .
    O tema é complexo e me fascina ,estou sempre em busca de uma melhor compreensão no que se refere aos jogos mentais que encontramos na D/s ...quando se pratica algo é bom saber do que se trata , saber até onde pode ir , saber dos riscos , e de resto é se entregar ao prazer , vivenciando-o o mais intensamente possível.
    Valiosíssima a tua contribuição , é dessa forma que venho montando esse imenso quebra-cabeça...
    Você sabe o quanto já radicalizei em diversas questões , princialmente nas que envolvem sentimentos , eu realmente via daquela forma , mas vejo que não há razão pra tanto . Ninguém tem o controle de tudo a todo tempo , busca-se ter o maior controle possível , mas ninguém é perfeito , e a vida é feita de tentativas , erros , acertos , e assim seguimos na busca por algo maior . Seja por um entendimento maior , uma entrega maior e , consequentemente , um prazer maior . Praticar DP é compor um "cenário" que propicie uma entrega maior...como você bem colocou ,dizer eu te amo é fácil , qualquer um diz , e cativar a um coração carente tbm seria fácil , mas cativar a mente , não ... não basta amar pra se submeter por completo , não basta criar artifícios para aprisionar , é preciso criar meios eficazes para que a dominação seja de fato estabelecida tbm na mente e não apenas na surperfície .
    Eu sou muito mental , funciono muito bem num ambiente apropriado , onde cada detalhe faz a diferença...olhos , ouvidos e pele são apenas portas de entrada , há de se tocar na essência do ser , penetrá-la e e então tomá-la . Lembrando sempre dos riscos , da responsabilidade e consensualidade... de resto é aproveitar tudo que se tiver direito .
    Beijos em ti , querida.

    ResponderExcluir
  4. Olá!
    Boa tarde....
    Vim dar uma olhadela à sua página, e fiquei........sem palavras!
    Muito interessante,e com uma veracidade que arrepia.
    Estou a iniciar uma relação de submissão, e procuro informação. Será que poderiamos falar?
    Obrigada! :)

    P.S.pulseira.de.seda@gmail.com

    ResponderExcluir
  5. Pulseira de seda , seja bem-vinda e fique à vontade...pudendo ajudar , estou à disposição .
    Beijos e felicidades na sua nova jornada ...aguardo seu contato .
    Meu email : eueternamenteeu@gmail.com
    Onde posto as vivências com MEU DONO : http://sentimentossubmissos.blogspot.com.br/
    luara .

    ResponderExcluir
  6. Olá luara. Quero comentar que amei e concordo com cada frase q vc escreveu aqui sobre DP. Reproduzi no meu perfil com os devidos créditos. (Se nao concordar, por favor avise q retiro). Gostaria q meus amigos lessem eh muito bom. Sou sophia mariannye de Dom Filippo. Obrigada e Saudações.

    ResponderExcluir
  7. Olá, sophia mariannye de Dom Filippo , sinta-se à vontade , querida . Volte quando quiser .
    Saudações a ti a teu Dono .

    ResponderExcluir

Somos donos de nossos atos , mas não donos de nossos sentimentos; Somos culpados pelo que fazemos, mas não somos culpados pelo que sentimos; Podemos prometer atos, mas não podemos prometer sentimentos... Atos são pássaros engaiolados, sentimentos são pássaros em vôo. (Mario Quintana)

Páginas