sábado, 27 de abril de 2013

Suporto tudo nessa vida, menos as fases transitórias, aquelas onde já abandonamos o lugar em que estávamos mas ainda não chegamos aonde queremos. (Martha Medeiros)


A linha tênue entre o iniciante e o iniciado 

      Muito se fala sobre os cuidados que os iniciantes devem ter ao adentrarem no mundo da submissão . Fala-se dos cuidados e postura ao interagir com dominantes , das dicas que ajudam a separar o joio do trigo e diminuir o os riscos , enfim , dicas que ajudam na difícil sobrevivência das donzelas indefesas , desprotegidas e entregues à própria sorte neste mundo cão rs .
Ah , mas este nosso mundinho não é  feito apenas de donzelas , há também as "viúvas do sado" , como eu , tão só , desprotegida , desamparada , carente , sofrida ...oh , que dó ! kkkkk .
     
    Brincadeiras à parte ,esses alertas são totalmente válidos , necessários , são indispensáveis para iniciantes e para quem já está na estrada há tempos também , mas esses já conhecem o meio e sabem se cuidar muito bem .
Experiência é algo que conta , ajuda bastante a se encontrar nesse mundo , onde todo conhecimento é pouco . 
Mas ser iniciado não significa , necessariamente , ser experiente , a sensação de sê-lo não eliminaria erros , nem diminuiria riscos , apenas os torna maiores , penso eu . 
    O iniciante , quando é consciente de não saber exatamente onde está pisando  , age com paciência , cerca-se de todos os cuidados , evita se expor , não fala de práticas , afinal , ele não as conhece , apenas se atrai , deseja experimentar , mas não tem certeza do que realmente lha dá prazer  e não coloca seus fetiches como fatos concretos.
    Já aquele que foi iniciado é mais objetivo e seguro e , embora ele tenha alguma experiência , esta longe de ser experiente ...ele conhece algumas práticas , mas , não conhece os desdobramentos e limites encontrados dentro de cada uma delas ...ele pensa que sabe o que é o servir , mas , viu apenas a ponta do iceberg .
    Mas quem experimentou e gostou , deseja ter mais e vai sim , assumir mais riscos , afinal ,o que antes era curiosidade e desejo , tornou-se uma necessidade , uma urgência que não o deixa voltar atrás .
Mesmo sabendo dos caminhos e descaminhos que estão por vir ,  a tendência é de seguir e ir além de onde foi até então .

    Eu posso ainda não ter a minha busca totalmente definida , mas , agora sei o que não quero .
Eu sou humana e sinto dor , por mais que eu venha ser uma cadela , puta , objeto de prazer ou seja la o que for para um Dom , e por mais que isso implique em renúncias , ainda assim , continuarei sendo uma mulher feita de carne e osso , com sentimentos , carências e necessidades próprias como qualquer pessoa .
E se isso não for bem-vindo , então , eu não sou a pessoa certa para esse alguém . E vida que segue !
luara 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Somos donos de nossos atos , mas não donos de nossos sentimentos; Somos culpados pelo que fazemos, mas não somos culpados pelo que sentimos; Podemos prometer atos, mas não podemos prometer sentimentos... Atos são pássaros engaiolados, sentimentos são pássaros em vôo. (Mario Quintana)

Páginas