sexta-feira, 11 de abril de 2014

Asfixia Erótica

O que é Asfixia Erótica
É considerada Asfixia Erótica quando o indivíduo interrompe  intencionalmente o fluxo de oxigênio para o cérebro com a intenção de  excitação sexual. Seja por estrangulamento, garroteamento, afogamento, tanto faz. A prática também é Asfixiofilia. Trata-se de uma parafilia que devido ao seu risco letal é considerada uma prática de risco. Principalmente o caso da asfixia autoerótica, pois o risco de apagar e não ter ninguém que possa ajudar a reanimar é grande, pode ser mortal.
O risco é  muito questionado pelos fetichistas apreciadores, pois mistura-se ao prazer. Como se um não existisse sem o outro. Quem sabe o risco  é um fator potencializador do tesão? Se por um lado, o tempo que ficou “apagado”, sem oxigenação, pode (eu disse “pode” não disse “vai”) causar danos reais com risco até de morte, por outro lado  é fato que a falta de oxigenação dá um certo “barato” e a sensação de “volta” é também um grande prazer, segundo os amantes da prática.
Tipos de Asfixia Erótica
Autoasfixia – independente da variação, é quando a própria pessoa aplica em si o ato.
Afogamento – mergulhar a cabeça na água
Estrangulamento – mãos ou braços estrangulando o pescoço
Hand Smothering – mãos tampando boca e nariz
Breast Smothering – asfixiar com os seios
Máscara de Gás – uso de máscaras para conter a passagem de oxigênio
Face Sitting – asfixiar sentando na face
Garroteamento – uso de cordas, lenços e outros em volta do pescoço para asfixiar
Sacos Plásticos – uso de saco ou filme plástico na cabeça para conter a passagem de oxigênio
Trampling – asfixiar pisoteando, seja pela compressão no torax ou  pés no pescoço.
Cuidados e Riscos
Ter consciência que há risco de morte. É claro que atravessar a rua também é arriscado e nem por isso a gente deixa de fazê-lo, no entanto, os riscos com a prática são reais e não apenas “terrorismo” da minha parte.
Se fizer, nunca faça sozinho. Pela pequena lista citada na wikipedia dá pra perceber que os casos de morte por autoasfixia são muito maiores do que por estrangulamento.
Confiar no outro durante a prática é primordial, crie um código (algo com dois tapas na cama ou no braço talvez), mas lembre-se que durante  o ato pode haver certa desorientação, portanto, estar com alguém que seja extremamente consciente é essencial.
Evitar estar alcoolizado, asfixiador e asfixiado. O álcool muda os parâmetros de julgamento e pode colocar em risco o prazer e a vida.
Estar preferencialmente sentado ou recostado é mais seguro. Dessa maneira o asfixiado pode pousar a mão no braço do asfixiador, pode ser um bom sinalizador se o braço pender com um possível desmaio.
Se estiver asfixiando por trás, com o braço, tipo “sossega leão” (chave de braço em volta do pescoço), uma boa dica é estar diante do espelho. Assim é possível observar melhor as expressões e reações do outro.
No caso de desmaio soltar imediatamente para liberar a circulação sanguínea
Um tapa na face, de susto, ajuda também na reativação da circulação sanguínea.
Se a liberação do estrangulamento e nem o tapa der jeito, aí… Reze… Mas reze ligando para a emergência e tentando uma respiração boca a boca e massagem toráxica. 

3 comentários:

  1. Sou Escritor chifrudo em Lisboa - Portugal. Adoro ASFIXIA EROTICA enquanto submisso, minha dona ne aperta com os dedos de marfim meu pescoço enquanto me fista e sodomiza. Depois coloca em redor de minha garganta um lenço de seda e, em extremo, um cinto de cabedal retirado deminhas calças, masturbando-me divinamente com a boca e as duas maos. Sinto o oxigenio a fugir, tusso, ela aumenta a velocidade da mao e ordena-me = VEM-TE MEU BOI! - e eu expludo louco. Ela desaperta-me a garganta e segreda-me : «So faço isto contigo, meu marido portugues nem sonha, nem gosta. Eu sou brasileira e tu es so meu!!!!»
    Tira-me fotografias que assina...«O MEU CABRAO SUPORTA TUDO POR MIM»
    DELICIA.
    =
    JOAO ALVES DA COSTA
    =
    Lisboa - Portugal
    =
    joao.alvesdacosta53@gmail.com
    =
    QUEM SE CANDIDATA????

    ResponderExcluir
  2. Olá , JOAO ALVES DA COSTA ...
    Delicioso o teu relato , feliz que tenha compartilhado .
    Já experimentei essa maravilha de sensação ...ter a mão do MEU DONO apertando meu pescoço , controlando o ar que respiro , causa-me uma sensação indescritível , é simplesmente maravilhoso .
    Praticamos poucas vezes e espero continuar praticando .
    Obrigada por vir e compartilhar os bons momentos vivenciados com tua Dona . Sinta-se à vontade para retornar quando desejar , é um prazer recebê-lo .
    Tens blog ? Deixe o link para que eu possa visitá-lo .
    Beijos ,
    luah negra_propriedade de DOM JH .

    ResponderExcluir
  3. ATENÇÃO
    Quero conheçer mulheres de qualquer idade que gostem de ser estranguladas podemos ter conversas quentes, o meu e-mail é jboscobass@gmail.com alguma?

    ResponderExcluir

Somos donos de nossos atos , mas não donos de nossos sentimentos; Somos culpados pelo que fazemos, mas não somos culpados pelo que sentimos; Podemos prometer atos, mas não podemos prometer sentimentos... Atos são pássaros engaiolados, sentimentos são pássaros em vôo. (Mario Quintana)

Páginas