quarta-feira, 12 de agosto de 2015

Comer na Mão do DONO

Comendo na SUA mão 
Bem sei que não funciona assim....

Nada que não seja do desejo do DONO se realiza .
Não que a escrava deva , mas ainda que ela faça mil sugestões , pedidos , reclamações , lamentações , pirraças...ainda que ela faça mil dossiês de entendimentos , de desentendimentos , de dúvidas , incertezas , inseguranças ou seja la o que for...nem mesmo ajoelhar , implorar , rastejar , surtar , se descabelar...abanar o rabinho , latir , rolar ou fazer de morta...nada disso muda a vontade DELE .
É direito do DONO fazer ou deixar de fazer o que quiser com SUA cadela , cabe à ela aceitar com resignação .
 
Comer na mão do DONO , passa por engolir as palavras , o choro , o orgulho...passa por alegrias e agruras , por sabores e dissabores...passa por petiscos , banquetes  e dietas rigorosas .
Passa por provar um pouco de tudo , de desejos , prazeres , dores...passa por descobertas , por limites e por seguir em busca de mais .
Tudo se torna alimento...nem sempre doce ,  nem sempre amargo , mas sempre um alimento . Mesmo quando é o pão que o diabo amassou  , engole-se .
Por maior que seja a oferta dos doces frutos , ainda existirão os amargos , ácidos , insossos...
Então , comer na mão do DONO , passa principalmente , por adaptar o paladar para todos os sabores e até para ausência deles , com pela aceitação de todos .
luah negra_cadela de  DOM JH .

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Somos donos de nossos atos , mas não donos de nossos sentimentos; Somos culpados pelo que fazemos, mas não somos culpados pelo que sentimos; Podemos prometer atos, mas não podemos prometer sentimentos... Atos são pássaros engaiolados, sentimentos são pássaros em vôo. (Mario Quintana)

Páginas